Há 1 ano atrás eu estava no Rio de Janeiro, hospedada na casa de um grande amigo com mais um punhado de grandes amigos e a nossa entrada em 2012 foi em Copacabana. O PIOR RÉVEILLON EVER. Copacabana é linda e eu adoro, mas no ano novo virou um inferno. Choveu, teve muito tumulto, tive medo, não achávamos lugar pra comer e muito menos táxi ou ônibus pra voltar pra casa depois de muitas horas. Mas meu amigo, esse que mora no Rio, rapidamente criou uma teoria de que um péssimo ano novo iria resultar em um excelente ano por vir. Dito e feito! 2012 foi incrível p/ todos que estavam naquele dia, coincidência ou não.

No comecinho do ano, ainda em janeiro, juntei as escovas com o amor da minha vida. Sempre morei na mesma casa, mas a “despedida” foi mais fácil e menos emocionante do que eu pensava. Talvez porque há tempos eu sentia a necessidade de ter o meu espaço e as minhas coisas. Mas minha casa em São Bernardo sempre será o meu outro porto seguro, com as pessoas que mais amo na vida <3
E a vida de casados continua muito bem, obrigada.

Acompanhei 2 amigos queridos de infância se casarem e se mudarem pra longe. Um acompanhando as novas mudanças de vida do outro.

Pouco tempo depois  da mudança eu consegui um novo emprego, ainda como estilista, mas numa empresa bacana que me ofereceu oportunidades e reconhecimento. E o melhor: pertíssimo de casa (só quem “viaja” pra trabalhar entende quando digo que chego em casa no horário da Malhação haha)!
Conheci novas pessoas, fiz novos colegas, conquistei confianças. Claro que ainda sinto falta da bagunça e união da equipe da Recruta, mas é assim que as coisas são e tive que aprender a trabalhar sem companhia, e confesso que tenho gostado.

Fiz muitos novos amigos também na internet. Gente que eu não lembro de onde veio, mas já fazem parte da minha vida. A cada ano isso se repete, e eu digo sempre a mesma coisa, mas eu simplesmente adoro ~amigos virtuais~. Adoro o fato de compartilhar coisas rotineiras ou ás vezes até íntimas com gente que nunca vi ao vivo, mas que me sinto tão próxima. Deve ser essa tal de afinidade rs.

Me dediquei menos do que eu gostaria ao blog, mas dos posts que postei, todos foram queridos.

Eu e o Léo adotamos o Café, o que já não é novidade pra ninguém. São apenas 3 meses com ele em casa, mas sinto que o tenho há tanto tempo! Sinto saudades durante o dia, fico apreensiva e me preocupo facilmente. Hoje entendo o tal do amor incondicional pelos animais!
Sempre gostei de animais é claro, mas parece que gosto mais hoje em dia tendo ele aqui em casa com a gente. Ele é tão fofo, companheiro e dá um prejuízo danado e amiguinho que não tem como não se derreter com o seu olhar. Pode parecer piegas, mas sim, de uma certa forma ele me tornou melhor, e também me aproximou de um monte de gente querida. Ele é o meu bebê e já o amo muito.

Vejo um coração ao lado do focinho <3

Não fiz tatuagens esse ano. Fui junto à grandes amigos assistir um dos melhores show da minha vida, o The Wall. Voltei ao Rio e andei de bicicleta do Leme ao Pontal. Não renovei minha CNH. Não comprei um carro. Não pintei os cabelos. Comprei menos futilidades. Durmi menos. Fiz mais faxinas. Li poucos livros. Comecei novas séries. Não fiquei rica. Mas também não empobreci. Não casei. Mas fui em casamentos de gente querida. Comi mais pastel do que devia. Não voltei pra academia. Mas emagreci alguns quilos. E quando achava que ia passar 2012 sem pisar num pronto-socorro, minha coluna travou e lá fui eu passear de ambulância novamente.

Com dinheiro ou sem dinheiro, carreira ou sem carreira, no final o meu saldo positivo de 2012 se resume nas coisas que mais deram certo pra mim: amor, família, amigos e meu Cafézito.

2012 foi tudo de bom.
O que mais eu posso querer?

Que venha 2013!
Um feliz ano novo!!!

Meu orelhudo linguarudo e novo amor da vida <3